AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Saab quer Gripen certificado para mais reabastecedores

Já homologado para receber combustível em voo de cargueiros KC-130 Hércules, o Gripen deve ser certificado para realizar o mesmo procedimento com mais aeronaves. Um dos focos dos suecos é qualificar o modelo para praticar o reabastecimento em voo com o Airbus A330MRTT.

Porém, antes disso, o jato da Saab deve alcançar a certificação para o A400M Atlas, outra aeronave fabricada pela Airbus. Ao longo do mês de setembro, a Agência Sueca de Material de Defesa coordenou uma série de provas de certificação envolvendo caças Gripen e cargueiros A400M da Força Aérea da Alemanha, a Luftwaffe.

De imediato, a certificação deve beneficiar a República Tcheca e a Hungria, países-membros da OTAN que poderão realizar missões em parceria com as nações que voam o A400M, como Alemanha, Espanha e França. Porém, tanto para o A400M quanto para o A330MRTT, o plano da Saab é ter um argumento a mais para a exportação dos caças Gripen. Por aqui, será necessária uma campanha semelhante para certificar o modelo para receber combustível em voo dos KC-390.