AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Táxi-aéreo pirata é tema de debate

Militares da Força Aérea Brasileira apoiam fiscais da ANAC durante uma Operação Ágata
image_pdfimage_print

O táxi-aéreo pirata, conhecido no meio aeronáutico como Transporte Aéreo Clandestino”, será um dos principais temas em discussão na Labace 2019, que acontece entre os dias 13 e 15 de agosto no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP). O assunto está previsto em dois dias da programação.

O assunto já foi tema de reportagem da Revista ASAS. O táxi-aéreo pirata, além de ser uma concorrência desleal, apresenta riscos para os passageiros e representa uma preocupação para a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Mesmo assim, até celebridades têm utilizado o “taca”.

Leia a reportagem publicada na Revista ASAS!

Na Lacabe 2019, haverá no dia 14 um painel com três representantes da ANAC, incluindo o Gerente de Fiscalização, Marcelo Lima, com o tema “Pirataria na Aviação”. No dia 15, o Juiz Federal Marcelo Honorato falará sobre as discussões criminais a respeito da prática. Já o presidente da Vinci Aeronáutica, Shailon Ian, irá explicar como se dá a contratação de um táxi-aéreo seguro e regular.

A programação da Labace 2019 painéis vão contemplar os principais temas que preocupam o segmento. Além disso, vai levar ao Aeroporto de Congonhas 150 aeronaves e 140 marcas, incluindo os principais players da indústria da aviação mundial. O evento deve atrair cerca de 11 mil pessoas, ao longo dos três dias com a exposição de aeronaves e estandes na área interna.

Confira aqui a programação completa da LABACE.

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros