AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Ucrânia já enviou pilotos de caça para treinamento nos EUA, diz porta-voz

Pilotos de caça da Ucrânia com bom nível de inglês já foram aos Estados Unidos para iniciarem o treinamento para um modelo de avião de combate. O tipo, inclusive, já foi selecionado e os recursos financeiros para a compra também estão disponíveis. A informação foi dada pelo porta-voz da força aérea da Ucrânia, coronel Yuri Ignat, ao ArmyInform, uma agência de notícias na língua ucraniana. Os Estados Unidos ainda não confirmam.

O porta-voz não revelou qual o tipo de caça foi selecionado, mas garantiu que a escolha foi feita. Porém, utilizou a palavra “provavelemente” sobre a futura operação com as cores da Ucrânia. Por outro lado, ele foi sólido a respeito da ida de aviadores. “Todo esforço está sendo feito para que nosso sonho de mudar para este avião se torne realidade o mais rápido possível”, disse.

O F-16 é aparentemente o modelo preferido pela Ucrânia. Foto: Northrop Grumman

Em junho, dois oficiais da força aérea da Ucrânia foram ao Pentágono e ao Congresso dos Estados Unidos com o objetivo de solicitar apoio. O pedido era pelo envio de caças F-16. O coronel Yuri Ignat na ocasião informou que a Ucrânia já teria pelo menos 30 pilotos com bom nível de inglês e que dois esquadrões de F-16, cada um com doze caças, já poderiam virar a mesa no conflito contra a Rússia. As principais características do F-16 ressaltadas pela Ucrânia envolviam o radar e os mísseis capazes de abater alvos além do alcance visual.

Em agosto do ano passado, durante o “Dia da Aviação na Ucrânia”, a conta oficial no Twitter do Ministério da Defesa da Ucrânia fez mais um apelo aos países amigos. A mensagem foi: “Eu tenho um sonho. F-16, F-22, F-35, Eurofighter Typhoon, Mirage 2000, Gripen. Para proteger o céu da civilização”.

Mais tarde, na mesma conta na rede social, foi postado um vídeo com imagens do que devem ser cenas da atuação da força aérea da Ucrânia ao longo do conflito. A trilha sonora é “Danger Zone”, do filme “Top Gun”. Dessa vez, a mensagem, em inglês, foi mais direta: “F-16 para a Ucrânia! Dê aos nossos Top Guns aviões Top Class. Eles garantirão que o trabalho seja concluído. E o Mundo Livre vence!”

O governo dos Estados Unidos ainda não se posicionou sobre a transferência, doação ou venda de caças para a Ucrânia, uma medida que certamente irá complicar ainda mais as já delicadas relações com a Rússia. Ao mesmo tempo, fontes norte-americanas repetidamente negam a presença de pilotos ucranianos em treinamento no território norte-americano.

A novidade no momento é a possibilidade do envio de blindados M1 Abrams, o que já representaria uma elevação do nível da ajuda fornecida até o momento.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho