AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

USAF enfrenta dificuldades com sua frota AWACS 

E-3 Sentry da USAF. Foto: Diane Robinson

As operações aéreas militares da United States Air Force estão com um problema sério: a baixa disponibilidade da sua frota de aeronaves E-3 Sentry para atuar como plataforma AWACS (Airborne Warning and Control System). Em teoria, são 31 aeronaves disponíveis na frota para atuar em missões em todo o mundo, mas, na prática, cerca de metade dos jatos não estão disponíveis para cumprir suas tarefas. 

O fato é que os E-3 são baseados no Boeing 707, um modelo já há muito afastado das companhias aéreas comerciais, o que tem gerado dificuldades no fornecimento de peças de reposição. O maior problema estaria nos motores TF-33. A substituição desse componente foi uma das principais medidas da própria USAF para manter sua frota de bombardeiros B-52 em condições operacionais. A idade média da frota de E-3 é de 43 anos.  

Apesar das dificuldades, só em abril de 2022 foi anunciado que o E-7 Wedgetail deverá substituir os E-3. Um contrato é esperado para o próximo ano fiscal, ainda para ser investido em pesquisa. Isso significaria a chegada dos primeiros protótipos só em 2028. Isso porque a USAF deve adotar uma versão ainda mais moderna da aeronave, com inovações como plataforma AWACS e para funções de inteligência. 

E-7 Wedgetail da Royal Australian Air Force. Foto: Sergey Ryabtsev

A situação dos E-3 está tão deficiente que a USAF solicitou ao Congresso dos Estados unidos aposentar quinze unidades já em 2023 para acelerar a compra dos E-7. Também há intenção de ampliar a frota dos EC-37B Compass Call, de guerra eletrônica. Já os E-8C JSTARS, também baseados nos 707, devem ser inteiramente retirados de serviço nos próximos dois anos.  

Desenvolvido inicialmente para a Austrália, o E-7 é baseado na versão NG do Boeing 737, um modelo com ampla cadeia de apoio em todo o mundo. Reino Unido, Coreia do Sul e Turquia já adotaram a aeronave, que utiliza a mesma célula básica do patrulheiro marítimo P-8 Poseidon. Ambos os tipos militares ainda seguem com linha de produção ativa na Boeing. 

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho