AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

22 aeroportos brasileiros serão leiloados no dia 7 de abril

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) aprovou nesta quinta-feira (17) os documentos jurídicos para o leilão de concessões de 22 aeroportos, previsto para ocorrer no dia 7 de abril.

O leilão será organizado em três lotes de aeroportos. Curitiba/PR, Foz do Iguaçu/PR, Navegantes/SC, Londrina/PR, Joinville/SC, Bacacheri/PR, Pelotas/RS, Uruguaiana/RS e Bagé/RS, formando o Bloco Sul; dos aeroportos de Goiânia/GO, São Luís/MA, Teresina/PI, Palmas/TO, Petrolina/PE e Imperatriz/MA, formando o Bloco Central; e dos aeroportos de Manaus/AM, Porto Velho/RO, Rio Branco/AC, Cruzeiro do Sul/AC, Tabatinga/AM, Tefé/AM e Boa Vista/RR, formando o Bloco Norte.

LEIA MAIS: Governo vai leiloar o aeroporto da Infraero melhor avaliado

O bloco Norte tem preço mínimo de R$ 47.865.091,02. O bloco Sul tem preço mínimo de R$ 130.203.558,76 e o bloco Central será negociado a pelo menos R$ 8.146.055,39. O valor é pago imediatamente após o leilão, acrescido do ágio ofertado pela licitante.

Juntos, esses aeroportos representam 11% do total do tráfego de passageiros. Hoje 67% de todo o tráfego nacional já é concedido à iniciativa privada.