AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Argentina vai doar helicópteros militares para a Ucrânia

Foto: Governo da Argentina

A primeira medida do novo presidente da Argentina, Javier Milei, na área de forças armadas já deverá trazer repercussões internacionais. O novo mandatário deve assinar a doação de dois helicópteros militares Mi-171E para a Ucrânia.

O negócio já era sugerido pelo governo dos Estados Unidos desde os primeiros momentos da invasão russa à Ucrânia, porém, o governo de Alberto Fernandez se recusou. Após a posse de Javier Milei, que contou com a presença de Volodymyr Zelenskyy, o tema voltou à pauta.

O par de Mi-171E era operado pelo Grupo Aéreo 7 da Fuerza Aérea Argentina desde 2011, tendo como principal atribuição o apoio às missões na Antártica. Porém, os voos foram suspensos após a Rússia sofrer sanções por conta da guerra e os acordos de manutenção serem prejudicados. A Ucrânia tem capacidade de manter essas aeronaves em condições operacionais.

Entusiastas do novo governo da Argentina comemoram a provável doação dos Mi-171E à Ucrânia como um passo para o país adquirir caças F-16 usados. Porém, o fato é que em setembro a Argentina havia consultado os Estados Unidos sobre  a possibilidade de compra de envelhecidos helicópteros CH-46 Sea Knight já desativados. 

LEIA TAMBÉM:

Eleições na Argentina podem definir a compra de caças F-16

Argentina confirma a compra de mais quatro P-3 Orion

Novidades da Aviação de Transporte reforçam disparidades entre Argentina e Reino Unido

Sobre o autor

Humberto Leite

Comentário

  • Vetor parado, por falta de peças e de uma manutenção prejudicada pelo conflito na Ucrânia. Passar adiante, em troca de material F16 e ter um apoio 🇺🇸, dê novas acordos via financiamento.

Clique aqui para comentar

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho