AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Aviação será preponderante para Rússia se defender do Ocidente, detalha artigo

Foto: Alan Wilson

A aviação será preponderante para a Rússia se defender de um eventual ataque realizado pelas forças do Ocidente. É o que aponta um artigo publicado pela revista Voyennaya Mysl, editada pelo próprio ministério da defesa do país.

De acordo com o estudo, caso um dia a Rússia seja atacada, deve aguardar uma ação rápida, com bombardeiros e mísseis inimigos. Os principais focos devem ser a estrutura político-administrativa e a indústria militar. Por esse motivo, é necessário ampliar a capacidade de pronta-resposta e de cumprimento de missões por parte das unidades aéreas.

Em solo, a expectativa é de que forças inimigas da Rússia devem atuar com grupos de tropas altamente móveis, agindo de maneira compacta e com capacidade de infligir pesadas baixas. Ainda assim, as forças aéreas devem ser mobilizadas e entrar em combate antes mesmo do grupo principal de batalha chegar ao Teatro de Operações.

Para se proteger, a Rússia precisaria investir no desenvolvimento e operação de novas aeronaves, incluindo drones. O artigo aborda ainda sobre a necessidade de criação de uma rede sistemas de controles automatizados e de melhorias em áreas como engenharia aeronáutica, reconhecimento e aeródromos.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho