AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Azul: do céu ao inferno em um mês

Primeiro Embraer 195 E2 da Azul já está em operação Foto: Embraer
image_pdfimage_print

A Azul Linhas Aéreas vinha muito bem: durante as duas primeiras semanas de março, o tráfego de passageiros havia aumentado 20% na comparação anual.

Porém, com a crise da Covid-19, o tráfego de passageiros consolidado (RPKs) diminuiu 24,6% em relação a março de 2019, frente a uma redução de 17,2% na capacidade (ASKs), resultando em uma taxa de ocupação de 73,5%, 7,3 pontos percentuais abaixo que o mesmo período de 2019.

Para o período de 25 de março a 30 de abril, a Azul espera operar 70 voos diretos por dia para 25 cidades, o que representa uma redução de 90% da capacidade total em relação ao ano passado.

Atualmente, a Azul é a maior companhia aérea do Brasil em número de voos e cidades atendidas, com 916 voos diários e 116 destinos. Com uma frota operacional de 140 aeronaves e mais de 12.000 funcionários, a companhia possuía 249 rotas em 31 de dezembro de 2019.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros