AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Brasil comemora o Dia da Indústria Aeronáutica com marco para a Embraer

KC-390 de Portugal

Hoje, 17 de outubro, o Brasil comemora o Dia da Indústria Aeronáutica Brasileira. A data, em 2022, é marcada pela chegada do primeiro KC-390 ao solo europeu. O avião, fabricado no Brasil, será utilizado peça Força Aérea Portuguesa em missões táticas no âmbito de operações da Organização do Tratado do Atlântico (OTAN). Antes, virão testes de aceitação final.

Mais que a exportação de uma aeronave, a venda de cinco KC-390 para Portugal representa o reconhecimento da capacidade industrial brasileira. Ao chegar ao espaço aéreo português, neste domingo (16 de outubro), o jato fabricado pela Embraer foi escoltado pos dois caças F-16, em uma mostra da sua relevância. O KC-390 também já foi vendido para Hungria e Países Baixos, outros dois países-membros da aliança militar ocidental. Ao mesmo tempo, uma unidade já operada pela Força Aérea Brasileira está no Chile, participando do exercício Salitre.

Apesar do ineditismo a respeito do KC-390, a Embraer já tem uma presença forte no exterior. A empresa já entregou mais de 8.000 aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola em algum lugar do mundo, transportando mais de 145 milhões de passageiros por ano.

Por que 17 de outubro?

O Dia da Indústria Aeronáutica Brasileira é celebrado em homenagem ao voo inaugural do M-7, em 17 de outubro de 1935. O M-7 foi o primeiro avião de projeto nacional a ser produzido em série por uma fábrica brasileira. A criação foi de Antônio Guedes Muniz, Oficial do Exército que acabaria se tornando Marechal-do-Ar da Força Aérea Brasileira, criada em 1941.

Ao todo, 28 unidades do biplano foram construídas nos hangares da Ilha do Viana, no Rio de Janeiro. Um deles, fabricado em 1938, está hoje em exposição no Museu Aeroespacial, também no Rio. Este último M-7 fez parte da dotação da Escola de Aviação Militar até 1941 e depois foi repassado para aeroclubes, onde voou com a matrícula PP-TEN.

O M-7 marca o início de uma história vitoriosa para o Brasil, que também teve marcos como a criação do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em 1950, e a fundação da Embraer, em 1969. Hoje, o país conta com outras instituições de relevância internacional na área, como Aeromot, Avibras, AEL, Atech, DAS, Helibras, Neiva e Xmobots, dentre outras.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho