AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

C-130 pousa em São Paulo para virar monumento

Foto de arquivo de C-130 Hércules da FAB. Foto: Bruno Batista

Para a surpresa da população paulistana, um C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) foi visto voando sobre a cidade hoje, 12 de junho, mais de três meses após a desativação oficial. A aeronave, com matrícula 2476, fez um voo de 58 minutos entre a Base Aérea do Galeão, de onde decolou às 14h12, e o Campo de Marte, onde pousou às 15h10. Não há registro fotográfico da missão singular, mas os relatos das testemunhas vão da incredulidade à emoção.

Os paulistas que perderam essa que deve ter sido uma das últimas chances de ver um C-130 da FAB em voo terão uma baita prêmio de consolação: a equipe da Revista ASAS confirmou que este avião será transformado em um monumento na área do Parque de Material Aeronáutico de São Paulo (PAMA-SP), no Campo de Marte, onde será preservado em nome da notável história operacional da aeronave. A unidade já é agraciada, entre outros modelos, com um caça Mirage III.

Em agosto de 2024, a frota de C-130 completaria 60 anos de serviço na FAB. Em agosto de 1964 chegaram por aqui os três primeiros C-130E, adquiridos novos da Lockheed e então modelos revolucionários frente aos aviões usados à época. Ao todo, 29 aeronaves entraram em serviço na FAB, entre os C-130E e H adquiridos novos e um lote de dez C-130H comprados usados da Itália, recebidos a partir de 2001. Parte da frota foi modernizada para o padrão C-130M.

Além da análise de outros C-130 serem transformados em monumentos, a FAB cuida de trâmites relativos a futuras vendas de componentes das aeronaves em leilões e outras tratativas após a desativação operacional. Vale ressaltar que no Campo de Marte há unidades especializadas na área de logística. Apesar da idade avançada, os C-130 da FAB possuem peças ainda vitais para outras forças aéreas que operam esse tipo de aeronave. Esta aeronave que fez o voo entre Rio de Janeiro e São Paulo hoje, especificamente, havia decolado três vezes em 26 de fevereiro, o que demonstra a viabilidade de aproveitamento de itens.

Enquanto isso, nas bases aéreas, a cada dia o C-130 Hércules é uma lembrança, mas não necessariamente uma saudade operativa. A frota de KC-390 Millenium cresceu e assumiu de vez as missões antes desenvolvidas pelos C-130, se tornando o verdadeiro “faz-tudo”, com mais disponibilidade e possibilidades operacionais. Na própria missão de ajuda humanitária ao Rio Grande do Sul, os KC-390 têm se destacado na criação de uma “ponte-aérea” entre as bases aéreas de Canoas (RS) e as de Brasília e do Galeão.

ASSINE A ASAS E GANHE UM ALBUM DE FIGURINHAS: AVIÕES DE GUERRA

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho