AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

C-130J ganha clientes na África

C-130J da Força Aérea de Bangladesh

Concorrente direto do KC-390 no mercado mundial de cargueiros táticos, o C-130J entrou em serviço com mais uma força aérea da África. Trata-se da Argélia, que recebeu seu primeiro C-130J em janeiro. Mais três unidades ainda são esperadas.

O primeiro operador do C-130J no continente foi a Tunísia, com duas unidades recebidas em 2014. Já o Egito recebeu, também no início de 2022, o sinal verde dos Estados Unidos para a aquisição de uma dúzia de aeronaves, em um negócio avaliado em 2,2 bilhões de dólares.

Tendo entrado em serviço em 1999, o C-130J já soma cerca de 500 unidades em serviço. Desde 2010, a taxa de entrega é superior a 21 aeronaves por ano, comum pico de 34 em 2012.

LEIA TAMBÉM: Melhor que o C-130J, KC-390 causa incômodo

LEIA TAMBÉM: FAB vai desistir de parte dos KC-390: faltam recursos

A Lockheed Martin se beneficiou tanto da tradição do uso do C-130 Hércules das versões anteriores quanto do esforço diplomático dos Estados Unidos. Até o momento, Alemanha, Arábia Saudita, Argélia, Austrália, Bahrain, Bangladesh, Canadá, Catar, Coreia do Sul, Dinamarca, Egito, França, Índia, Indonésia, Iraque, Israel, Itália, Kuwait, Nova Zelândia, Noruega, Oman, Tunísia e Reino Unido optaram pelo C-130J.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho