AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Caças J-20 chineses vão voar com esquadrão que combateu a USAF

image_pdfimage_print

É um símbolo. O governo chinês revelou que no dia 18 de junho colocou em serviço mais um lote de caças J-20, modelo stealth desenvolvido localmente. A unidade a receber os aviões é o Grupo de Aviação Nº 1, que na Guerra da Coreia abateu 92 aeronaves dos Estados Unidos.

Fontes ocidentais estimam que a China já possui pelo menos 60 caças J-20 operacionais. Há dúvidas se o foco é a superioridade aérea, como o F-22 Raptor, ou o ataque a superfície.

Com dois motores Saturn AL-31, a aeronave teria a capacidade de superar Mach 2 e levar os armamentos ar-ar e ar-solo mais modernos do arsenal chinês. Além disso, o J-20 levaria ainda o radar KLJ-5, do tipo Active Electronically Scanned Array (AESA) e um sensor eletro-ótico.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 118! Garanta já a sua na pré-venda!

O Voo do Impossível

Parceiros