AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Canadá aposenta jatos Hawk e adere a treinamento no exterior

Hawk da Royal Canadian Air Force

A Royal Canadian Air Force (RCAF) não treina mais seus futuros pilotos de combate. Com a aposentadoria dos jets CT-155 Hawk, que durante 24 anos foram usados para formação de futuros tripulantes de caças F-18 Hornet, o país preferiu aderir à terceirização. Agora, os aviadores selecionados para a aviação de combate serão treinados em programas oferecidos nos Estados Unidos, Itália e Finlândia.

A ideia do país é manter essa solução como interina, até que seja determinado um novo treinador, mais adaptado às necessidades de formação para futuros pilotos de caças de quinta geração. O Canadá deve receber um total de 88 F-35A Lightning II para substituir seus F-18A/B e em serviço há mais de 30 anos. As entregas serão iniciadas em 2026, porém a capacidade operacional plena será atingida só após 2032.

Quanto aos 17 Hawk que estavam em serviço, a expectativa é de haver a transferência para unidades especializadas na formação de engenheiros e de pessoal de apoio em terra. Já os militares do 419º Tactical Fighter Training Squadron serão transferidos para outra unidade. A expectativa é a de o esquadrão ser futuramente reativado com uma nova aeronave, pronta para o preparo adequado a pilotos que dominarão os caças F-35.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho