AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

China tem novo caça naval

image_pdfimage_print

Com dois porta-aviões operacionais, a China realizou no dia 12 de maio o primeiro voo da versão naval do JL-9 Shanying. As imagens divulgadas pela Guizhou Aviation Industry Corporation (GAIC) revelam novos freios aerodinâmicos, mas mantém a configuração de dois pilotos e trem de pouso simples.

Equipado com um motor Guizhou Liyang WP-13F, o JL-9 chega a Mach 1,5. A carga bélica máxima é de até 2 toneladas, além de um canhão de 23mm. Mísseis ar-ar PL-8 e PL-9 já foram vistos com os JL-9, porém a aviônica a bordo permite a integração com armamentos de maior capacidade.

Também chamado de FTC-2000, o JL-9 está em uso na força aérea da China desde 2015, servindo como aeronave leve de combate e treinador avançado. A bordo dos porta-aviões Shandong e Liaoning os JL-9 navais poderão complementar a frota de Shenyang J-15, versão local do Su-33 Flanker.

Em paralelo, a China trabalha na construção de mais dois porta-aviões e no desenvolvimento do caça de quinta-geração J-31, que deve ter uma versão naval.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros