AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA DOS ARQUIVOS DE ASAS

DC-10 completa 50 anos

Foto: Boeing

Há exatos 50 anos, em 23 de julho de 1970, o primeiro McDonnell Douglas DC-10 era formalmente apresentado ao mundo. A cerimônia de roll out aconteceu na sede da empresa em Long Beach, na Califórnia. O primeiro voo aconteceria em 29 de agosto. Com número de série 46500, o protótipo fez um total de 1.551 horas de voo ao longo de 989 voos de testes. Após isso, foi vendido e voou com a American Airlines (1972-1994) e Federal Express (1998-2002).

Foto: Pedro Aragão

Este seria o primeiro de um total de 386 jatos construídos entre 1970 e 1988, tendo servido a 176 operadores, incluindo as empresas brasileiras Varig, Vasp, Brasil Minas Express e Master Top. Hoje, a FedEx é a maior operadora do DC-10, todos já da versão modernizada MD-10, que envolveu a troca dos instrumentos de bordo e um cockpit com telas multifuncionais, eliminando a necessidade do engenheiro de voo e criando um padrão para os tripulantes do MD-11, evolução do DC-10 desenvolvida pela McDonnell Douglas e que voaria pela primeira vez em janeiro de 1990.

Leia também: a história do DC-10 acidentado na Antártica

Foto: Scott Timmester / US Navy

Outros 60 jatos militares derivados do DC-10 seriam construídos: receberam a designação KC-10 Extender e foram entregues para a United States Air Force, operando como aeronaves de carga e de reabastecimento em voo. Outros DC-10 foram convertidos para essas missões, sendo designados KDC-10: 2 foram modificados para a Força Aérea da Holanda. A empresa Omega Air também opera uma unidade. Hoje, o DC-10 também está em serviço com a empresa 10 Tanker, que opera quatro DC-10-30 convertidos para missões de combate a incêndios. Os KC-10 Extender da USAF devem permanecer em serviço até 2040.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho