ESPAÇO

Empresa brasileira vai produzir e vender foguetes

A Avibras Indústria Aeroespacial passará a produzir e vender foguetes VSB-30, um modelo que já conta com 31 lançamentos bem sucedidos, sendo quatro no Brasil e 27 na Suécia. Do tipo suborbital, o foguete foi desenvolvimento pelo o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) do Comando da Aeronáutica, que no dia 27 de janeiro assinou um contrato para transferir a tecnologia para a empresa brasileira.

O contrato vai permitir que a Avibras continue a aperfeiçoar o VSB-30, além de produzí-lo e vendê-lo. O objetivo é promover a aceleração no desenvolvimento de veículos lançadores nacionais competitivos internacionalmente, para microssatélites. “Com esse programa, queremos ampliar o protagonismo do Brasil na área espacial impulsionando o Programa Espacial Brasileiro, além de gerar empregos”, explica o vice-presidente Comercial da Avibras, Leandro Villar.

O VSB-30 permite o transporte de cargas úteis científicas e tecnológicas de até 400 quilos a uma altitude de 270 quilômetros, além de possibilitar a realização de experimentos em ambiente de microgravidade durante seis minutos. Com os testes anteriormente realizados sob responsabilidade do IAE, em cooperação com a Alemanha, o foguete já tem certificação.

O Diretor-Geral do DCTA, Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar, destacou que é um momento ímpar para o Brasil. “Estamos transferindo para a indústria um produto já testado e com tecnologia brasileira. Cumprimos inteiramente o ciclo de maturidade do produto”, declarou.

De acordo com o diretor do IAE, Brigadeiro César Demétrio Santos, a Avibras conduzirá o projeto com competência. “É a consolidação de um sonho. Essa aproximação com a indústria é essencial para o fomentar o Programa Espacial”, destacou.

O Major-Brigadeiro do Ar Hudson Costa Potiguara, que assumirá a direção do DCTA nesta semana, disse que parcerias como essa fortalecem a indústria. “Vejo brilhantismo nesse empreendimento. A Avibras é uma indústria forte, parceira constante do DCTA, que tem como uma de suas missões ser indutor da indústria”.

A Avibras também participa do desenvolvimento e da fabricação dos motores foguetes S50 do Veículo Lançador de Microssatélites (VLM-1) no âmbito do Programa Nacional de Atividades Espaciais da Agência Espacial Brasileira (AEB). Atualmente a Avibras é a única empresa 100% brasileira de capital privado, com competências próprias para integrar veículos lançadores e suborbitais para o Programa Espacial Brasileiro.

Sobre o autor

Redação

Comentar

Clique aqui para comentar

Assine Asas!

Anunciantes

KADEX 2020