ESPAÇO

China lança mais dois satélites brasileiros

Imagem: AEB
image_pdfimage_print

Os satélites Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres (CBERS-4A) e o FloripaSat-1 já estão em órbita a 628 km da Terra. Os dois foram lançados a 00h22 (horário de Brasília) do dia 20 de dezembro, um minuto além do previsto, e cerca de 15 minutos depois, o terceiro estágio do foguete liberou o satélite na trajetória nominal. Além do FloripaSat, desenvolvido na Universidade Federal de Santa Catarina, mais sete nanossatélites foram de carona com o CBERS-4A no lançador Longa Marcha 4B.

O CBERS-4A é o sexto satélite desenvolvido por meio de uma parceria entre Brasil e China, que já dura 31 anos. O Programa é uma iniciativa inovadora entre Brasil e China que estabeleceu um novo paradigma de cooperação. A convergência de interesses para o desenvolvimento da série CBERS resultou em um modelo de cooperação de sucesso, além de ser um empreendimento inédito na área espacial de tecnologia sensível.

Quando o CBERS-4A estiver plenamente operacional, os usuários do sistema CBERS terão o dobro de imagens disponíveis, já que o satélite CBERS-4, lançado em dezembro de 2014, continua em órbita. Desde a implementação da política de livre acesso a dados e imagens do INPE, em 2004, já foram distribuídas gratuitamente quase 2,4 milhões de imagens CBERS a cerca de 20 mil instituições país.

Em outro setor da economia, o Programa CBERS vem estimulando a participação e capacitação da indústria nacional para o desenvolvimento e fabricação de sistemas e subsistemas de satélites. Os benefícios se estendem à criação de novos empregos e à geração de inovações tecnológicas e de processos, presentes em novos produtos e serviços.

Sobre o autor

Redação

Comentar

Clique aqui para comentar

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros