AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

EUA vão reforçar arsenal nuclear na Europa

Caças F-35A da USAF. Foto: Leah Ferrante

O Pentágono planeja voltar a ter bombas nucleares táticas no Reino Unido, depois de 15 anos. Uma nova instalação na Base Aérea de Lakenheath, em Suffolk, poderá abrigar bombas B61-12, que podem ser levadas por caças F-35, F-15 e F-16, além de bombardeiros B-2. Os Estados Unidos já têm arsenal nuclear estocado na Turquia, Alemanha, Países Baixos, Bélgica e em duas bases na Itália.

As bombas B61-12 tem potência de até 50 quilotons, cerca de três vezes mais que a arma que varreu a cidade japonesa de Hiroshima, em 1945. Atualmente classificada como uma arma “tática”, ela poderia ser utilizada em ataques pontuais na escala de um conflito convencional para o nível nuclear, inclusive contra estruturas fortificadas.

A iniciativa do Pentágono em reforçar seu arsenal nuclear na Europa foi revelada pelo jornal britânico The Telegraph, a partir de informações de contratos assinados para a construção de novas instalações em Lakenheath. O movimento estratégico ocorre no cenário de crescentes tensões contra Rússia, Irã e Coreia do Norte.

Os Estados Unidos também iniciaram investimentos na criação de uma nova versão da B61, com uma ogiva ainda mais potente. O país também planeja ter esquadrões de caças F-35 sediados no Reino Unido. 

Sobre o autor

Humberto Leite

Comentar

Clique aqui para comentar

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

Carrinho