AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

F-18 Super Hornet deve ganhar mais um cliente: a Alemanha

Apesar do sucesso com a US Navy, o F-18E/F Super Hornet só foi exportado até o momento para a Austrália. Porém, a Alemanha deve adquirir 45 unidades do caça da Boeing. A informação é do jornal econômico Handelsbaltt.

De acordo com o jornal, o grande vencedor da concorrência para a substituição dos 93 caças Tornado é o Eurofighter Typhoon: 90 aeronaves adicionais vão se juntar aos 143 já adquiridos. Porém, agora, os novos Typhoon também vão assumir as missões de ataque e reconhecimento, ainda realizadas pelos Tornado.

Os 45 F-18 Super Hornet devem ser adquiridos por conta de uma necessidade específica: a Alemanha faz parte dos acordos da OTAN para compartilhamento de armamentos nucleares. A adaptação das bombas B-61, de fabricação norte-americana, é menos custosa e mais rápida no F-18 que em comparação a um trabalho semelhante para o caça europeu.

Ainda segundo o jornal Handelsbaltt, a decisão já foi tomada pelo Ministério da Defesa. Um dos únicos pontos a serem discutidos é se as 45 aeronaves serão todas das versões E/F ou se haverá a compra do modelo EA-18G Growler, de guerra eletrônica. Também há uma forte possibilidade de toda as aeronaves serem biplaces, isto é, somente dos modelos F-18F e EA-18G.

Você já assistiu à série #Sextou?! Confira as melhores dicas culturais da aviação!

https://youtu.be/vh5EV60yB_k

Assine Asas!

Anunciantes

KADEX 2020