AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Jato fabricado pela Embraer cai com líder do grupo Wagner

Embraer ERJ-145 nas cores da KomiAvia, semelhante à aeronave que caiu na Rússia

O jato Embraer Legacy 600, com matrícula RA-02785, utilizado pelo grupo paramilitar Wagner, caiu hoje (23 de agosto) durante um voo entre Moscou e São Petersburgo. O líder Yevgeny Prigozhin estava entre os dez ocupantes da aeronave. Não houve sobreviventes.

A agência federal de transportes da Rússia já iniciou uma investigação sobre o acidente, conforme a agência de notícias TASS. A aeronave caiu na região de Tver, próximo ao povoado de Kuzhenkino.  

Foto: Agência RIA Novosti

A aeronave foi produzida pela pela Embraer na unidade de Harbin, na China, e entregue em fevereiro de 2005 para a companhia aérea China Southern Airlines, ainda com designação ERJ-145. Em outubro de 2014, foi transferida para a GTL Aviation Limited, da Índia, mas em dezembro daquele mesmo ano foi repassada para a Komiaviatrans State Air Enterprise.

Em 2019, a aeronave foi incluída em sanções dos Estados Unidos por ser considerada como propriedade particular de Prigozhin, um aliado próximo a Vladimir Putin até o motim realizado em fevereiro.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho