AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Jatos da Embraer recebem certificação para voos de até 2 horas sobre oceanos e áreas remotas

Jatos da família E2, produzidos pela Embraer, poderão agora realizar voos com trechos a até 120 minutos de um aeroporto para pousos de alternativa. Na prática, a nova capacidade abre caminho para que os operadores dos jatos E2 voem em percursos diretos e ilimitados sobre a água e outras áreas remotas, como florestas e desertos, economizando tempo e combustível.

A Embraer recebeu essa autorização conjunta das autoridades aeronáuticas do Brasil (ANAC), Estados Unidos (FAA) e Europa (EASA) para as aeronaves comerciais E190-E2 e E195-E2. É chamada certificação ETOPS-120 (Extended-range Twin-engine Operations Performance Standards).

A certificação considera a capacidade de uma aeronave bimotor voar com apenas um motor operante. O ETOPS abriu espaço para operações em rotas anteriormente restritas para aeronaves de três e quatro motores.

A concessão da capacidade ETOPS 120 é uma prova da maturidade do projeto e sistemas da aeronave e é obtida a partir do atingimento de marcos acumulativos que consideram horas de voo da frota em operação. O tempo de aprovação foi impactado pela pandemia que reduziu significativamente as operações dos jatos comerciais ao redor do mundo e consequentemente o acúmulo dessas horas de voo necessárias.

“O ETOPS é uma capacidade adicional importante para o E2, e um facilitador-chave para mais vendas, especialmente na região da Ásia-Pacífico. As companhias aéreas que voam em rotas com tempo de desvio de até 120 minutos agora poderão usar percursos mais diretos, rápidos e com maior eficiência no consumo de combustível, além de terem acesso a mais aeroportos para alternar,” disse Arjan Meijer, Presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial. “A capacidade ETOPS é mais uma forma de otimização do E2, que já tem a maior eficiência do segmento.”

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho