AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

L-39 ganha espaço em forças aéreas da África

Chegada de jatos L-39 à República Centro Africana

Desenvolvido na antiga Tchecoslováquia nos anos 60 como treinador e posteriormente adaptado para missões de ataque leve, o L-39 Albatros tem conquistado espaço em forças aéreas da África. Envolvida em conflitos internos, a República Centro Africana recebeu em maio seis unidades dos jatos leves. Em janeiro, o Mali havia recebido quatro unidades.

Apesar de a Aero Vodochody, hoje da República Tcheca, ainda oferecer suporte ao modelo, que não é mais fabricado desde 1996, as transferências aos países africanos têm sido realizadas pela Rússia. Mais que qualquer ganho financeiro, o objetivo tem sido angariar apoio político e estratégico, além de gerar a possibilidade de futuras exportações de aeronaves mais modernas.

Nos últimos quatro anos, Senegal e Nigéria também adquiriram quatro e três aeronaves, respectivamente, diretamente com o fornecedor tcheco. No caso nigeriano, o que houve foi a recuperação de aeronaves que estavam fora de serviço. Argélia, Angola, Guiné Equatorial, Etiópia, Moçambique, Tunísia e Uganda também são operadores do L-39.

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

Carrinho