AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Mercado de voos internacionais tem retração há 17 meses consecutivos

image_pdfimage_print

Há 17 meses consecutivos cai o número de passageiros transportados em voos internacionais que partem ou cheguem ao Brasil. De acordo com os dados divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a situação já era complicada, mas se tornou pior ainda por conta da pandemia.

O ano de 2020 registrou uma redução de 71% na demanda de passageiros para voos internacionais partindo ou chegando dos aeroportos brasileiros, quando comparado com o ano anterior. Para tentar reduzir o número de assentos vazios nas aeronaves, as companhias reduziram as rotas e diminuíram a oferta em 62,6%.

Durante todo o ano de 2020, foram transportados 6,75 mi de passageiros pagos no mercado internacional. O número é 72% menor do que foi registrado no acumulado dos 12 meses do ano anterior. O total de passageiros pagos transportados em dezembro foi 408 mil, valor 80,3% inferior ao que foi apurado no mesmo período de 2019.

Mercado doméstico

O cenário do mercado doméstico não é bom, mas parece haver uma luz no fim do túnel. Os dados de dezembro no mercado doméstico foram os melhores apurados desde o início do surto da doença no país.

Ao longo de 2020 o a demanda e a oferta apresentaram redução de 48,7% e 47%, respectivamente. Esse foi o pior desempenho aferido nos indicadores em mais de uma década.

No último mês do ano a situação foi menos pior. A quantidade de passageiros pagos em voos domésticos em dezembro de 2020 foi 5,6 mi, número 36,4% inferior ao mesmo mês do ano anterior. No entanto, foi o maior volume registrado desde fevereiro de 2020. De janeiro a dezembro de 2020, foram transportados 45,2 mi de passageiros domésticos pagos, queda acumulada de 52,5% em relação ao mesmo período de 2019.

O percentual médio de ocupação de aeronaves no mercado doméstico em dezembro passado foi de 81,6%, redução de 2,5% ao apurado no mesmo mês de 2019. Nos 12 meses do ano, a taxa foi de 80%, o que representa uma retração de 3,2% na comparação com igual período do ano anterior.

O transporte de carga e correio no mercado doméstico fechou o último mês do ano com variação negativa de 12,5% na comparação com dezembro de 2019. O volume de carga transportada em todo o período de 2020 foi de 324.438 toneladas, valor 28,3% menor do que foi apurado em igual período do ano anterior.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 116

O Voo do Impossível

Parceiros