AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Milésimo F-35 enfrenta novo atraso de desenvolvimento

Caças F-35A, F-35B e F-35C dos EUA. Foto Katerina Slivinske

A Lockheed Martin comemora ter produzido o milésimo caça F-35, que hoje já está em serviço com 14 forças armadas distintas, voando a partir de 32 bases e 11 navios aeródromos, nas mãos de 2.280 pilotos treinados e sob cuidados de mais de 15.400 mecânicos, tendo tudo isso permitido mais de 773 mil horas de voo. Porém, ao mesmo tempo, a produção desses jatos sofre novo revés no desenvolvimento e pode atrasar futuras entregas.

O problema, envolvendo a própria unidade número 1.000, é que as aeronaves atuais já deveriam sair de fábrica na configuração Technology Refresh 3 (TR-3), que inclui um novo processador, mais memória para os sistemas digitais, displays atualizados, novos aviônicos e equipamento de guerra eletrônica avançados. Porém, o desenvolvimento desses itens não foi concluído. O resultado é que a Lockheed continua a produzir os F-35, mas as células ficarão estocadas até poderem receber o novo pacote tecnológico. Também há atrasos nos softwares integrados.

Foto: Codie Trimble / USAF

Como já tem sido comum na história do modelo, o tema já gerou polêmicas nos Estados Unidos. Já há reclamações no Congresso norte-americano de que este único atraso pode elevar os custos totais do programa em mais um bilhão de dólares. De acordo com estimativas da Casa Branca, até 2070, todo o programa F-35 poderá custar até 1,7 trilhão de dólares, sobretudo se forem executadas as compras planejadas pelas forças armadas do país.

O Pentágono avalia adquirir um total de 1.763 F-35A para a United States Air Force, 353 F-35B para o US Marine Corps, 80 F-35C para o US Marine Corps e outros 273 F-35C para a US Navy. Ao mesmo tempo, já há encomendas da Alemanha (35 F-35A), Austrália (72 F-35A), Bélgica (34A), Canadá (88A), Cingapura (4 F-35B até o momento), Coreia do Sul (60A e 20B), Dinamarca (27A), Finlândia (64A), Israel (75 da versão específica F-35I), Itália (60A e 30B), Japão (105A e 42B), Noruega (52A), Países Baixos (52A), Polônia (32A), Reino Unido (48 B) e Suíça (36A).

Sobre o autor

Humberto Leite

Comentar

Clique aqui para comentar

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

Carrinho