AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Novo drone brasileiro tem foco no agronegócio

image_pdfimage_print

Conhecido como “trator dos céus”, o drone Arator chegou a sua terceira geração: o Arator 5C. A nova versao traz mais de 250 melhorias, com foco em uma operação mais segura e inteligente.

Desenvolvido pela empresa brasileira Xmobots, de São Carlos (SP), o Arator 5C pode ser empregado em diversas missões, mas se destaca no monitoramento de plantações. Uma das principais vantagens é o suporte nacional.

“Ao longo dos últimos anos acumulamos conhecimento e fomos melhorando o Arator com base na experiência de uso de nossos clientes, o que chamamos de aeronavegabilidade continuada. Nesse período, nosso suporte técnico mapeou mais de 250 itens entre pequenas e grandes melhorias. Ao fim dessas implementações percebemos que tínhamos um Arator totalmente diferente e inovador do ponto de vista da robótica móvel. Um equipamento pronto para explorar novos setores, com tecnologias desenvolvidas pensando na realidade operacional brasileira”, relata Giovani Amianti, CEO da XMobots.

Com câmeras de alta resolução, o Arator 5C tem uma autonomia de 66 minutos e alcance de 5 km. É o único drone da categoria autorizado pela ANAC a realizar voos acima de 400ft. Nessas condições, ele pode ir até uma distância de 2Km do operador ou até 5Km com auxílio de 1 observador.

O Arator também conta com uma Autorização de Projeto da ANAC para voos BVLOS. Nesta certificação, o raio de comunicação aprovado é de 5Km e os voos ficam limitados a uma altura de até 120m. A empresa fornece também sistema de iluminação e o CAER – Certificado de Aeronavegabilidade Especial para RPA.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 117

O Voo do Impossível

Parceiros