AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Ocidente não tem UCAV como o S-70 Okhotnik, garantem russos

O Sukhoi S-70 Okhotnik não tem rival no Ocidente. É o que afirma Sergey Bibikov, chefe do desenvolvimento do Unmanned Combat Aerial Vehicle (UCAV). Ele apareceu pela primeira vez em uma reportagem do programa Rússia 24, que é financiado pelo governo. Também foi a primeira vez em que o S-70 foi apresentado de forma pública.

De acordo com Bibikov, o S-70 Okhotnik é o primeiro drone russo construído inteiramente com conceitos de baixa visibilidade e com amplo uso de materiais compostos. Um único protótipo foi construído até o momento, e está em testes de voo. O responsável por conduzir a aeronave do solo é o piloto de testes Yevgeny Frolov.

Confira imagens da reportagem:

Segundo o aviador, o objetivo é desenvolver a capacidade de voo autônomo. No futuro, um S-70 poderá utilizar seus próprios sensores e armas para atacar alvos designados por uma aeronave tripulada, como o Su-57.

De acordo com a reportagem, a entrada em serviço deve ocorrer daqui a dois anos. Isso colocaria os russos à frente do desenvolvimento de sistemas UCAV, pois, segundo o jornalista Dmitry Kiselyov, nenhum outro país do mundo tem modelos semelhantes com as mesmas missões.

Confira a reportagem completa: https://youtu.be/j00693-sC5s

Tamanho e motor

O analista Stefano D’Urso, do site The Aviationist, comentou que o S-70 se destaca por ser muito pesado para o seu tamanho, chegando a quase 20 toneladas, quase o dobro de um MiG-29 ou um F-16 e até quatro vezes mais que o drone norte-americano X-47B ou o europeu nEUROn. Além disso, segundo o analista ocidental, o próximo passo é a produção do motor AL-41F em uma versão com assinatura-radar e termal menor.

Sobre o autor

Redação

Comentar

Clique aqui para comentar