AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Paquistão lança JF-17 Thunder de geração 4.5

JF-17 Thunder do PaquistãoFoto: Daniele Faccioli e Remo Guidi
image_pdfimage_print

Começou a produção do JF-17 Thunder, caça paquistanês apresentado como de geração 4,5. Segundo o país de origem, isso significa que o jato pode ser equiparado ao F-39E Gripen, ao Rafale ou aos F-16 mais modernos. O anúncio foi realizado no dia 30 de dezembro durante uma cerimônia realizada no complexo aeroespacial de Islamabad, quando também foram entregues 14 unidades do JF-17B, versão biplace.

O novo JF-17 Block 3 deve contar com radar AESA NRIET KLJ-7A, sistema IRST, novo painel digital, capacete com visor e mira, construção aprimorada com materiais mais leves e um motor mais potente. Há a expectativa de pelo menos 50 unidades dessa versão serem encomendadas.

Criado a partir de uma parceria com a China – que não opera o JF-17 em sua própria força aérea – o caça passou a ser inteiramente construído no Paquistão. Cerca 200 unidades já foram encomendadas, além de 16 que exportadas para Myanmar. A Nigéria também adquiriu três unidades.

Na tentativa de comercializar seu caça, o Paquistão já alegou que um JF-17 teria destruído um Sukhoi Su-30 Flanker e um MiG-21 Fishbeb, ambos da Força Aérea da Índia, em menos de um minuto. Porém, o mais provável que a Índia tenha perdido um único caça, e por fogo de um F-16 paquistanês.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 116

O Voo do Impossível

Parceiros