AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Reino Unido desenvolve míssil para poder exportar sem autorização dos EUA

Teste do ASRAAM com o F-35 Foto: MBDA

Apesar da sua indústria bélica forte, o Reino Unido enfrenta um desafio para suas exportações: a presença de componentes norte-americanos torna as exportações dependentes de aprovações de Washington. Porém, a nova versão do Advanced Short Range Air-to-Air Missile (ASRAAM) não terá esse problema.

O ASRAAM Block 6 parece uma reposta à recusa dos Estados Unidos em autorizar uma exportação britânica para a Arábia Saudita. A principal novidade é um novo buscador infravermelho, totalmente europeu. A empresa desenvolvedora é a MBDA.

Criado para combate aéreo a curta distância, com alcance máximo de 25 km, o ASRAAM tem guiagem por infravermelho, mas pode também receber informações de capacetes com mira e do radar da aeronave lançadora. Caças Typhoon devem contar com o novo modelo já em 2022, enquanto os F-35 receberão a arma em 2024.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho