AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

USAF vai desativar 310 aeronaves e pode aquecer busca por usados

Foto: Jim Haseltine

O orçamento proposto pela própria United States Air Force (USAF) para o ano fiscal de 2024 (que inicia em outubro de 2023, de acordo com as regras da administração federal dos EUA) prevê a aquisição de 95 aeronaves novas e aposentadoria de outras 310. O anúncio significa, inclusive, oportunidades para países interessados em aquisição de material de segunda mão.

Entre as aeronaves a serem desativadas estão 42 A-10 Warthog, 57 F-15 C/D Eagle, um B-1B, 24 reabastecedores KC-10A Extender, dois aviões-radar E-3 Sentry, três E-8C JSTARS, 52 jatos de treinamento T-1A Jayhawk, dois EC-130H, quatro EC-130J e 37 helicópteros HH-60G Pave Hawk. Há ainda a previsão de aposentadoria de um drone RQ-4 Global Hawk e de 48 MQ-9 Reaper.

A lista de aeronaves desativadas inclui ainda três Super Tucano, adquiridos pela USAF para testes com o Special Operations Command. São aeronaves que têm menos de três anos de uso e nunca utilizadas em missões operacinais. Os demais, em geral, são aeronaves já com vários anos de uso, porém, ainda com vida útil pela frente, tendo sido priorizado aposentar aeronaves mais antigas para concentrar recursos em novos projetos.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho