Início » FAB e Embraer estudam substituto do Bandeirante
AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

FAB e Embraer estudam substituto do Bandeirante

Embraer EMB-110 Bandeirante FAB
Compartilhe essa notícia!

A Embraer e a Força Aérea Brasileira (FAB) assinaram hoje um memorando de entendimento que permite viabilizar o estudo de um potencial desenvolvimento para uma nova aeronave leve de transporte militar. É o primeiro passo para a criação de um avião menor que o KC-390, com uma faixa de peso e alcance hoje ocupada pelos Embraer 110 Bandeirante, designados como C-95 na FAB.

Já com dois KC-390 operacionais e mais 26 a serem recebidos, a FAB busca uma aeronave complementar para atende às necessidades operacionais, especialmente na região Amazônica, em pistas extremamente curtas, estreitas, não pavimentadas, desprovidas de infraestrutura e em localidades remotas.

“O objetivo desse memorando foi formalizar a intenção da Embraer em desenvolver uma aeronave leve para transporte de carga e pessoal. Esse projeto conta com a participação da Força Aérea no que tange, principalmente, ao compartilhamento de expertises, do que nós já desenvolvemos em parceria, em atendimento às necessidades operacionais da Força Aérea”, disse o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar, Antonio Carlos Moretti Bermudez.

Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, Comandante da Força Aérea, e Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança, durante a cerimônia de assinatura

A Embraer promete empregar toda a sua competência tecnológica para oferecer soluções inovadores. O estudo buscará também explorar alternativas na aplicação de novas tecnologias que trarão respostas ainda mais eficientes às demandas extremas da FAB, como diferentes arquiteturas de sistemas, soluções inovadoras de plataforma, propulsão hibrida-elétrica, entre outras.

Pelo acordo firmado, a Embraer realizará os estudos de mercado para desenvolvimento da nova aeronave enquanto a FAB compartilhará a vasta experiência que possui na operação de aviões nesse segmento. Além de atender à demanda brasileira, a Embraer também vai analisar o mercado global para uma aeronave desse porte.

LEIA MAIS: Os 50 anos do Bandeirante

“Estamos certos de que a experiência da Força Aérea Brasileira nos ajudará a estabelecer os requisitos mais adequados para esse estudo, resultando em um avião extremamente capaz”, disse Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “A Embraer está mais do que à altura do desafio. Nosso mais novo produto, o avião de transporte multimissão C-390 Millennium, está entrando em operação e esse novo projeto será de grande importância para manter e aprimorar as capacidades de engenharia e tecnologia da Embraer para atender às desafiadoras demandas da FAB e de seus demais clientes em todo o mundo”.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Sobre o autor

Redação

Um comentário

Clique aqui para comentar

NOVA EDIÇÃO – REVISTA ASAS!!!

NOVA EDIÇÃO – REVISTA ASAS!!!

PROMOÇÃO ASAS

PROMOÇÃO ASAS

LANÇAMENTO!

LANÇAMENTO!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho