AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Boeing perde mais uma: Qantas vai de A350

As primeiras versões do A350 já estão em serviço
image_pdfimage_print

A companhia australiana Qantas utilizou jatos Boeing 787-9 para os testes do seu “Projeto Sunrise”, envolvendo voos diretos Nova York- Sydney e Londres-Sydney. Porém, a empresa deve fechar a compra de dez Airbus A350-1000 para efetivar as novas rotas. A Boeing perde mais uma batalha em um momento sensível para fabricante norte-americana.

Os voos de alcance intercontinental, que chegam a durar mais de 19 horas e proporcionam aos passageiros ver o sol nascer duas vezes, foram realizados até agora como testes para aspectos como alimentação, entretenimento e saúde dos passageiros. A Qantas promete oferecer essas rotas comercialmente em 2023.

Segundo a companhia, Airbus A350-1000 é a aeronave preferida para assumir esses voos, graças a suas vantagens de eficiência no uso de combustível, custo operacional e conforto para os passageiros. O contrato deve ser assinado até o próximo março. A compra pode chegar a doze aeronaves.

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros