AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Airbus tenta conquistar espaço da Boeing nos EUA

A Airbus firmou parceria com a Lockheed Martin para insistir em um objetivo difícil: conquistar um espaço historicamente dominado pela Boeing. A meta das companhias é vender para a United States Air Force (USAF) o A330 MRTT, concorrente direto do KC-46 Pegasus, versão de reabastecimento em voo do Boeing 767.

As duas empresas anunciaram a produção no território norte-americano do sistema de reabastecimento em voo a ser oferecido no programa KC-Y da USAF, que pode envolver a aquisição de até 160 jatos de reabastecimento para substituir os já longevos KC-135, versão militarizada do Boeing 707. Porém, para isso se tornar realidade, será necessário vencer o KC-46, que já tem mais de 50 unidades entregues à USAF.

Em realidade, o Airbus A330MRTT chegou a ser vencedor do programa KC-X, em 2008. Mas acabou barrado por motivos políticos, com a nova análise colocando a opção da Boeing como vencedora. Porém, de lá para cá o KC-46 já fez muitos testes bem sucedidos, mas ainda enfrenta dificuldades para atingir a total capacidade operacional. Já o Airbus A330MRTT faz sucesso em diversos países e tem aumentado sua lista de operadores, incluindo até o Brasil.

As empresas parcerias têm apresentado cálculos detalhados sobre os empregos que seriam gerados no território norte-americano e conta com a experiência de outros projetos que passaram a ser produzidos nos Estados Unidos, como os helicópteros UH-72 Lakota e H125.

LEIA TAMBÉM:

A330MRTT será oferecido à USAF

A330MRTT revela poder do transporte estratégico

Ostentação australiana: “Elephant Walk” de A330MRTT

França eleva encomenda de A330 MRTT

FAB deve contar com A330 para além de 2050