AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Argentina treina missões táticas

O remoto aeródromo de San Ramón de la Nueva Orán, no norte da Argentina, recebeu no início de outubro cerca de doze aeronaves do Exército do país. A força foi formada por helicópteros UH-1H, Huey II e Bell 206, além de aviões DHC-6 Twin Otter, Casa C212 e C208B Grand Caravan. Os C-130 Hércules e os A-4AR Skyhawk da Fuerza Aérea Argentina também participaram do exercício.

LEIA TAMBÉM: Argentina desenvolve três modelos de drones militares

Ao todo, mais de três mil militares participaram de missões simuladas de ataque, lançamento de paraquedistas, tiro aéreo, assalto aerotático, comando e controle, infiltração em território hostil e busca e resgate em zona de combate (C-SAR). O exercício General Arias também contou com as forças especiais argentinas e de drones.

LEIA TAMBÉM: Em dez anos, Argentina terá forças armadas renovadas, promete Ministro

A região escolhida fica entre a Bolívia, o Paraguai e o Chile. Ao longo de 2021, o Ministério da Defesa do país investiu na instalação de radares na área, que tem baixa densidade populacional.

LEIA TAMBÉM: Argentina compra radares para cobrir fronteira com Paraguai

LEIA TAMBÉM: F-16, Kfir, F-1, Mirage 2000, JF-17…. Os caças que a Argentina NÃO comprou