AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

EUA terão caça stealth com capacidade de ataque nuclear

F-35A utilizado para certificação com a bomba B-61-12Foto: Zahary Rufus / USAF

O F-35 Lightning II avança para se tornar, pelo menos publicamente, o primeiro caça stealth do mundo a poder realizar ataques com armamento nuclear. A United States Air Force (USAF) anunciou que concluiu, com sucesso, os testes de voo e de lançamento com uma versão não armada da bomba B61-12.

Foram utilizados dois caças F-35A no estante de tiro de Tonopah, próximo à Base Aérea de Nellis. Não foi divulgado quando os F-35 poderão operar os armamentos nucleares.

Produzidas desde os anos 60, as bombas B61 já foram homologadas para caças tradicionais, como o F-15 e o F-16, bem como bombardeiros, incluindo o stealth B-2 Spirit. Porém, o F-35 será o primeiro caça stealth a poder lançar a B61, o que aumentará a capacidade de sobrevivência em um cenário hostil.

F-35A em testes com a bomba B-61-12
Foto: Zahary Rufus / USAF

“Ter um caça de 5º geração com essa capacidade traz uma nova capacidade estratégica que fortalece a dissuassão nuclear da nossa nação”, disse o Tenente-Coronel Daniel Jackson, chefe do setor do Pentágono responsável pela integração dos armamentos nucleares aos meios militares.

A versão -12 da bomba B61 é a mais recente versão do armamento. Terá capacidade para levar ogivas de até 50 kilotons, mais de três vezes mais potente da que matou entre 70.000 e 126 mil civis em Hiroshima.