AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Aviação Naval chinesa faz “chuva de munições” em exercício

Foto: Dmitriy Pichugin
image_pdfimage_print

A Marinha da China anunciou que realizou no mês de maio um treinamento com uso de munição real no Mar do Sul da China, região sob tensão geopolítica. O treinamento foi classificado como uma “chuva de milhares de munições” sobre alvos marítimos.

LEIA TAMBÉM:
Reino Unido vai enviar seu novo porta-aviões para o Golfo Pérsico e China
China treinou ataque aéreo contra porta-aviões
China e Reino Unido fazem estreia dos seus novos porta-aviões
China busca parceria militar com europeus

Foram utilizados jatos de ataque JH-7. O foco foi treinamento com o uso de munições de precisão e ataques de saturação. Segundo a televisão estatal chinesa, foram “dúzias” de aeronaves envolvidas. Fontes ocidentais estimam que a força aérea e a marinha da China possuem, cada uma, mais de cem JH-7 operacionais. As aeronaves entraram em serviço no início dos anos 90.

O Xi’an JH-7, designado pela OTAN como Flounder, é um jato de ataque supersônico capaz de atingir Mach 1.5 graças à potência dos dois motores Xian WS-9, versão produzida sob licença do Rolls-Royce Spey RB.168 Mk.202. Com dois tripulantes, conta com um canhão de 23mm e capacidade para levar uma completa gama de armamentos, como mísseis, foguetes e bombas.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 117

O Voo do Impossível

Parceiros