AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Bielorrússia mobiliza toda a sua força aérea em exercício com a Rússia

A atividade aérea militar será intensa na Bielorrússia até o dia 1º de fevereiro. Com apoio dos russos, o país mobilizou sua força aérea para um treinamento geral que demonstra a prontidão e interoperabilidade. Todos as bases aéreas em território bielorusso participariam das atividades. Pelo menos 1.500 militares teriam sido enviados por Moscou.

Em comunicado oficial, o secretário de Estado do Conselho de Segurança da Bielorrúsia, Pavel Muravejko, garantiu que todos os treinamentos envolvem exclusivamente ações de cunho defensivo. São exercitados, principalmente, a patrulha de fronteiras, o resgate em áreas de conflito e defesa antiaérea. Muravejko afirmou que seu país está “pronto para qualquer ação provocativa da Ucrânia”.

Caças russos deslocados na Bielorrússia

A Bielorrúsia faz fronteira com a Ucrânia, com a Rússia e com três países-membros da OTAN: Letônia, Lituânia e Polônia. Isso tornou os exercícios militares foco das atenções internacionais, como uma possível preparação para uma nova fase da invasão contra a Ucrânia, em que russos partiriam do território bielorruso enquanto caberia a este país garantir a própria defesa.

Atualmente, a força aérea da Bielorrúsia conta com pelo menos 34 caças MiG-29 e 67 aviões de ataque Sukhoi Su-25. Dos 12 Sukhoi Su-30 novos encomendados, pelo menos quatro já teriam sido recebidos. Há ainda um Su-27 biplace utilizado para treinamento, dez jatos leves L-39 e onze Yak-130. Entre os helicópteros, destacam-se 36 Mi-8, além de pelo menos vinte Mi-35.

LEIA TAMBÉM:

Rússia posiciona Su-35S e Su-25 na Bielorrússia

Rússia faz treinamento mais de 50 helicópteros militares

https://youtube.com/watch?v=SbFdqVD_zPo&feature=shares

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho