AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Concorrente do KC-390, C-130J ganha reforço para conquistar venda para a Suécia

O C-130J é a verão mais avançada do C-130 Hércules. Foto: Bernard Spragg

As negociações do Brasil com a Suécia para uma possível exportação do KC-390 Millenium, eventualmente como uma compensação pela compra de mais caças F-39 Gripen para a Força Aérea Brasileira, ganharam uma concorrência de peso. A norte-americana Lockheed Martin anunciou ter assinado um Memorando de Entendimento com a empresa sueca MilDef a fim de fortalecer a oferta do cargueiro C-130J-30 Super Hercules para a força aérea do país nórdico.

“Alinhar nossa experiência com a MilDef fortalece a Lockheed Martin à medida que expandimos nossos relacionamentos com a indústria sueca para gerar empregos e benefícios econômicos, ao mesmo tempo que apoiamos a missão de energia aérea da Suécia por meio de nossa oferta C-130J-30 Super Hercules”, afirma o executivo Tony Frese, da Lockheed Martin, em comunicado da empresa. A MilDef é uma empresa integradora de sistemas civis e militares, fundada em 1997.

A Lockheed Martin destacou que a força aérea da Suécia já conta com uma frota de cargueiros C-130H, helicópteros UH-60M Black Hawk e mísseis antiaéreos Patriot, todos do grupo empresarial. Além disso, a fabricante norte-americana lembrou que Dinamarca e Noruega já contam com o C-130J, bem como as demais 26 instituições operadoras em 22 países.

Outro argumento de venda utilizado pela Lockheed é o de que já são 540 C-130J entregues do mundo, já tendo acumulado mais de três milhões de horas de voo. 

Sobre o autor

Humberto Leite

Comentário

  • Espero que a Embraer continue conquistando mercado na Europa entre as forças aéreas que integram a OTAN e também na Asia. O KC-390 é um excelente produto para atender as necessidades atuais de transporte das forças aéreas da Europa, Asia, Oriente Médio e Oceania. Na América do Norte e do Sul precisa de um trabalho mais forte junto a potenciais compradores no futuro. Importante salientar que o KC-390 poderá ser base de desenvolvimento para outras versões a serem utilizadas na aviação militar e civil, além da atualização, incremento das funções que já integram o projeto atual do modelo e adição de novos sistemas. Os modelos concorrentes são de geração anterior e com custo de operação e manutenção maiores, além de capacidade de carga menor.

Clique aqui para comentar

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

Carrinho