AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Coreia do Sul decide aposentar os F-5 Tiger II e F-4 Phantom II

Apesar de contar com caças F-35A, F-16, F-15 e dos modernos FA-50, a Força Aérea da Coreia do Sul mantém uma numerosa segunda linha da sua aviação de caça. São, atualmente, cerca de 60 F-4E Phantom II e 180 F-5E/F Tiger II. Porém, essa frota “clássica” está com os dias contados.

Um dos temas do Fórum de Segurança e Defesa da Coreia, realizado em 4 de maio, foi a busca rápida por substitutos para os caças mais antigos. Três opções são avaliadas: os FA-50, F-35 ou o futuro KF-21 Boramae. Em até cinco anos a renovação das unidades aéreas deve ser total.

Três fatores devem atuar sobre essa projeção. O primeiro é a pressa do país em reforçar a sua força aérea. A segunda é a quantidade de recursos necessários. E, por fim, a possibilidade de esperar o KF-21, ainda em desenvolvimento, ou o F-35, que atualmente tem lista de espera por conta das exportações.

LEIA TAMBÉM:

A Força Aérea da Coreia do Sul é a quinta maior do mundo

Novo caça sul-coreano deve voar em 2022

Coreia do Sul desenvolve caça não tripulado

Coreia do Sul vai comprar 170 caças KF-21 Boramae

F-35 “convence” Coreia do Sul a ter porta-aviões

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

Carrinho