ARTE, CULTURA & LAZER AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

EUA inserem disco voador em símbolo de agência de inteligência

Responsável por identificar, analisar e e integrar dados de inteligência para possíveis ameaças aeroespaciais aos Estados Unidos, o National Intelligence Manager For Aviaton (NIM-A) tem chamado atenção por conta do seu novo logotipo aprensentado nesta segunda-feira (26 de setembro). O desenho de um disco voador aparece ao lado de imagens que representam aeronaves compreensivamente vigiadas pelo Pentágono, como um drone, um avião de caça, um bombardeiro e o que parece ser um veículo hipersônico.

A imagem é o selo oficial da entidade, hoje liderada pelo Major General Daniel L. Simpson, militar com 36 anos de experiência na United States Air Force. O oficial também está frente do setor responsável pelas missões de inteligência, vigilância e reconhecimento da USAF.

O National Intelligence Manager For Aviaton (NIM-A) faz parte do National Air Intelligence Integration Office (NAI2O), criado em 2015 a partir de recomendações obtidas após a análise dos atentados de 11 de Setembro. Em seus próprios sites, as instituições revelam analisar ameaças como novos tipos de drones, armamentos hipersônicos, caças potencialmente hostis e ferramentas disponíveis para grupos terroristas.

Não é a primeira vez que referências a aliens ou objetos voadores não identificados surgem em imagens oficiais de órgãos ligados ao Pentágono. As ocasiões anteriores eram relacionadas a brincadeiras ou como forma de esconder material secreto. Ainda é possível que, dessa vez, também se trate disso.

Imagem revelada pelo Pentágono mostra um unidentified aerial phenomena (UAP) no head up display de um F-18 Super Hornet da US Navy.

Porém, vale lembrar que o assunto agora tem sido tratado pelo Pentágono como coisa séria. Não mais chamados de unidentified flying objects (UFO) e sim de unidentified aerial phenomena (UAP), esses fenômenos passaram a ser confirmados e investigações foram iniciadas, boa parte, na realidade, sob a possível perspectiva de serem criações humanas. Porém, de humanos hostis aos Estados Unidos.

Por fim, a nova logo do National Intelligence Manager For Aviaton (NIM-A) deixa claro, entre os desenhos que representam essas possíveis ameaças, uma silhueta que aparenta claramente se tratar de um caça russo Sukhoi Su-57. É, possívelmente, a mais clara prova de que o Pentágono também anda preocupado com o novo caça russo.

ATUALIZAÇÃO: O prestigiado jornal Independent, do Reino Unido, publicou uma notícia sobre o tema. Uma fonte oficial da organização do Pentágono teria informado que o logotipo postado não era oficial, e que sua publicação teria sido um erro. Na página, o modelo foi substituído por uma imagem mais formal.

Sobre o autor

Redação

Comentário

  • Eu não diria que o Pentágono está preocupado com o Su-57, mas esta aeronave, com alguns poucos exemplares entregues mesmo após vários e vários anos do seu anúncio, é o principal caça russo. Nada mais natural constar ali. Se os russos tivessem algum departamento semelhante, no seu símbolo deveria aparecer F-22, F-35, etc.

Clique aqui para comentar

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho