AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

F-22, F-14, AMX, Gripen e agora Sukhoi Su-57

Exibição do Su-57 no MAKS2017
image_pdfimage_print

O Sukhoi Su-57 Felon entrou nesta terça-feira para um grupo não muito agradável, mas um tanto numeroso de caças: dos que tiveram protótipos destruídos durante testes de desenvolvimento. F-22, AMX e Gripen estão nessa lista. O acidente com o Su-57 ocorreu hoje a 125 km do aeródromo de Komsomolsk-on-Amur, no extremo Leste da Rússia, já próximo ao Mar de Okhotsk.

De acordo com a imprensa russa, o Su-57 é o primeiro de produção em série, que seria entregue à força aérea. Há informes contraditórios sobre como os fatos se sucederam, havendo a versão de ter havido falha no motor, que foram substituídos durante o desenvolvimento, e outra de falha no sistema de controle de voo. O piloto se ejetou com sucesso.

Exibição do Su-57 no MAKS2017

Apontado como substituto da família Flanker, do MiG-29 e do MiG-35, o Su-57 Felon é o primeiro jato de quinta geração da Rússia, tendo como característica ser stealth, multimissão e contar com um nível inédito de integração de sistemas. Há a expectativa de a Rússia operar o Su-57 juntamente com aeronaves não tripuladas, sendo uma aeronave capaz de fazer frente e até superar os F-22 e F-35 norte-americanos. Até o momento, 76 unidades foram encomendadas.

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros