AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

FAB deve aumentar disponibilidade dos Blackhawk

Foto: Johnson Barros / FAB
image_pdfimage_print

A Sikorsky, uma empresa Lockheed Martin, assinou um contrato de quatro anos da Força Aérea Brasileira para fornecer suporte logístico para os 16 helicópteros Black Hawk UH-60L da FAB. O objetivo é aumentar a disponibilidade da frota.

O contrato da FAB segue a experiência bem sucedida do Exército. Com um suporte semelhante da empresa, as quatro unidades da Aviação do Exército registraram, em 2019, uma taxa de disponibilidade de voo de 100%.

Isso é possível graças ao sistema facilitado para obtenção de peças. O contrato envolve o armazenamento local de itens sobressalentes, assistência de um técnico de serviço de campo regional da Sikorsky e suporte técnico direto da Sikorsky Engineering.

LEIA TAMBÉM: A vantagem de ter Blackhawk e Seahawk

“O armazenamento local de peças sobressalentes eliminará os longos prazos de entrega de materiais que manteriam uma aeronave no solo. A estreita colaboração com os engenheiros da Sikorsky, seja virtual ou pessoalmente, também ajudará os mantenedores da Força Aérea a melhorar as taxas de prontidão dessas aeronaves utilitárias para missões importantes, como busca e resgate”, disse Felipe Benvegnu, diretor de desenvolvimento de negócios de sustentação da Sikorsky.

LEIA TAMBÉM: Marinha celebra 8.000 horas de Seahawk

A Força Aérea Brasileira adquiriu suas 16 aeronaves Black Hawk via FMS (“Foreign Military Sales”) entre 2006 e 2013. As aeronaves estão em serviço com os esquadrões Harpia (7º/8º GAV), Pantera (5º/8º GAV) e Pelicano (2º/10º GAV), baseados, respectivamente, em Manaus (AM), Santa Maria (RS) e Campo Grande (MS).

Lançamento! ASAS 119! Garanta já a sua na pré-venda!

O Voo do Impossível

Parceiros