AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA DESTINO ASAS

Gol inova turismo em SP

image_pdfimage_print

Passageiros da Gol com viagens que fazem parada em São Paulo têm um novo serviço à disposição: o stopover. Sem custos adicionais para marcação de passagens, é possível ficar por até duas noites na capital paulista. O serviço entrou em funcionamento nesta quarta-feira para todos os voos domésticos e internacionais operados pela companhia nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos e Viracopos.

O stopover é válido para reservas envolvendo voos domésticos ou internacionais operados pela Gol Linhas Aéreas e está disponível nos canais de venda da companhia. A parada deve ter como duração pelo menos 12 horas e o cliente deve pernoitar na cidade, embarcando no dia seguinte. A partir de janeiro o serviço entrará em funcionamento nos voos operados pelas companhias aéreas parceiras da GOL.

“Este é um programa inédito no Brasil. É uma forma de incentivar o turismo, aumentar a geração de receita para a capital e o Estado, colocando o Brasil e São Paulo no contexto internacional”, ressaltou o governador de São Paulo, João Dória, durante evento de lançamento do serviço. A iniciativa faz parte do programa “São Paulo para Todos”.

Lançamento do stopover da GOL pelo programa São Paulo Para Todos. Foto: Ariadne Barroso

Com o lançamento do stopover, a GOL tornou-se a primeira companhia áerea a oferecer o serviço. Segundo o secretário de turismo, Vinicius Lummertz, todas as companhias aéreas estão interessadas e foram convidadas, sendo esperada a adesão de pelo menos 10 companhias até novembro deste ano. “A decisão da GOL em sair na frente vai ajudar a fomentar o mercado”, afirmou.

Para Paulo Kakinoff, as expectativas da GOL não estão em cima de gerar impacto em receita, uma vez que o stopover não cobra taxas adicionais. A expecativa maior é com relação ao impacto no turismo. “A gente concluiu que São Paulo é a casa de todo mundo, mesmo para quem não tem parentes por aqui. O Estado de São Paulo é o estado mais cosmopolita da federação, qualquer nacionalidade, qualquer região do Brasil e da América do Sul está aqui representada na gastronomia, na cultura, nas artes. Então a gente entende que será realmente um ponto de parada atrativo para todos.”

Regras

O stopover é válido para reservas envolvendo voos domésticos ou internacionais operados pela Gol Linhas Aéreas e está disponível nos canais de venda da companhia.

No ponto de stopover, será permitido envolver apenas um aeroporto. Exemplificando: o passageiro que desembarca em Congonhas (CGH) deverá prosseguir a viagem reembarcando através do mesmo aeroporto.

Será permitido apenas um stopover na ida ou na volta, por passageiro e por reserva.

A parada deve ter como duração pelo menos 12 horas e o cliente deve pernoitar na cidade, embarcando no dia seguinte. O tempo máximo de parada permitido é de duas noites, contando a partir do momento de desembarque no aeroporto de conexão.

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros