AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Grécia vai gastar US$ 2,35 bi em 18 caças Rafale

image_pdfimage_print

Todos os partidos com representantes no parlamento grego entraram em um acordo e deram aval para a nova aquisição da Polemiki Aeroporia, chamada internacionalmente de Hellenic Air Force. Serão 1,92 bilhões de Euros, cerca de 2,35 bilhões de dólares, para a compra de 18 caças Rafale, fabricados pela francesa Dassault.

LEIA MAIS: Rafale estreia nova tecnologia contra o Estado Islâmico

Em tensão crescente contra a Turquia, os gregos pediram velocidade no negócio. Por esse motivo, as doze primeiras aeronaves serão retiradas diretamente da frota da Armée de l’air para que as entregas comecem, no máximo, até junho. A expectativa é encerrar o ano já com sete em voo, mantendo-se o ritmo de uma por mês. Já no começo do ano pilotos gregos devem ir treinar na França.

O Dassault Rafale é atualmente o principal vetor de combate aéreo da França

Também foi aprovado o gasto de 400 milhões de Euros para a compra de mísseis Meteor e para modernizar mísseis Mica, Scalp e Exocet, atualmente em uso pela frota de Mirage 2000 da Polemiki Aeroporia. Também avança o programa de modernização de caças F-16C/D para o padrão F-16V Block 72. O país também avalia comprar o F-35.

LEIA MAIS: Rafale, F-35, F-16V e Mirage 2000-5: Grécia prepara sua liderença

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 116

O Voo do Impossível

Parceiros