AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Lockheed acelera F-35. E lucros

Só os EUA devem comprar 2.663 caças F-35. Cada um custa pelo menos 89 milhões de dólares
image_pdfimage_print

A Lockheed Martin vive um momento ímpar. Nos primeiros três meses de 2019 conseguiu entregar 26 caças F-35 Typhoon II, doze a mais que no mesmo período do ano passado. Isso foi decisivo para um aumento de 1,2 bilhão de dólares em vendas no setor aeronáutico no trimestre.

Não é só. Na área de armamentos, houve um crescimento de US$ 673 milhões nos três primeiros meses do ano, um aumento de 40% em comparação ao ano passado. Isso inclui, inclusive, programas classificados como secretos. Também há aumentos de vendas de Patriot, THAAD, Hellfire e JASSM.

A expectativa é que os números cresçam ainda mais com prováveis vendas de F-35 para Cingapura, Romênia e Polônia. Há ainda lucros significativos por conta dos caças F-16 e dos aviões de transporte C-130J.

Juntando todos os setores da empresa, o total de vendas nos três primeiros meses do ano foi de US$ 14,3 bilhões, 23% a mais que no ano passado.

Clique aqui para ler mais notícias sobre o F-35.

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros