AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Suecos e britânicos se unem para desenvolvimento de aviões elétricos

A empresa britânica BAE System vai ajudar a sueca Heart Aerospace na melhoria do desenvolvimento do avião ES-30, definido como aeronave regional de decolagem e pouso convencional elétrica (eCTOL). A BAE irá colaborar para o desenvolvimento de uma bateria mais eficiente, capaz de tornar a aeronave competitiva no mercado, além de permitir voos com zero emissões e baixo ruído.

O ES-30 será alimentado por quatro motores elétricos e terá uma autonomia totalmente elétrica de 200 quilômetros, um alcance híbrido de reserva estendido de 400 quilômetros com 30 passageiros e capacidade para voar até 800 quilômetros com 25 passageiros. Já há 230 pedidos firmes.

O programa se beneficiará dos mais de 25 anos de experiência da BAE Systems em eletrificação de veículos industriais pesados. O trabalho no programa será conduzido nas instalações de ponta da empresa em Endicott, Nova York. Atualmente, a empresa tem mais de 15.000 sistemas de energia e propulsão em operação em todo o mundo.

LEIA TAMBÉM:

Embraer investe em tecnologias para “carros voadores” elétricos

Avançam testes para desenvolvimento de aviões movidos a hidrogênio

BNDES investirá R$ 490 milhões no desenvolvimento de carros voadores

eVTOL: Grupo Embraer pretende revolucionar transporte nas cidades a partir de 2026

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho