AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

USAF agora tem caças F-22 a 724 km de Taiwan

F-22 opera a partir de Okinawa. Foto: Alexis Redin - US Air Force

A United States Air Force agora conta com caças F-22 a 724 km do arquipélago de Taiwan, país capitalista tratado pela China como uma província rebelde, e foco de intensa atividade militar nos últimos anos. As aeronaves operam agora a partir da Base Aérea de Kadena, localizada na ilha japonesa de Okinawa.

A chegada dos F-22 à região ocorreu no dia 4 de novembro. Isso foi menos de um mês após ser revelada a presença de caças stealth chineses J-20 na área de Taiwan. Os Estados Unidos também já operaram na área com os F-35 da US Navy e do US Marine Corps.

Caças F-22 na Base Aérea de Kadena, durante treinamento realizado em 2018. Foto: Yasuo Osakabe

Os F-22 são da 3ª Wing da USAF, com sede na Base Aérea de Elmendorf-Richardson, no Alasca. O deslocamento para Okinawa faz parte do início do processo de substituição dos 48 caças F-15 Eagle que estiveram em serviço por ali desde 1979.

A USAF planeja retirar todos os F-15 de Okinawa até 2024, porém ainda não foi decidido qual aeronave será a efetiva substituta. Por enquanto, os comunicados oficiais ressaltam que serão aviões com “capacidades avançadas, superiores às dos F-15 C/D”. Isso deixaria espaço para os F-22, F-35 ou mesmo os F-15EX Eagle II.

Os EUA têm cerca de 180 caças F-22 no seu inventário, todos baseados em seu próprio território, na Virgínia, Hawaii, Flórida e Alasca, além de unidades de testes na Califórnia e na Nevada.

Local estratégico

Localizada a 650 km da costa da China e a 770 km de Xangai, a Base Aérea de Kadena é apontada como uma das unidades militares mais estratégicas para os Estados Unidos na região do Pacífico. O local recebe operações de aeronaves norte-americanas desde a batalha de Okinawa, em abril de 1945, e conta com uma pista asfaltada de 3.688 metros.

LEIA MAIS:

Caças stealth chineses enviados para região próxima a Taiwan

China vai apresentar seu novo avião de reabastecimento

Taiwan tem 350 caças para se defender, mas EUA barraram a venda de F-35

EUA mandam porta-aviões para Taiwan, China responde com 28 aeronaves

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho