AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Caça indiano Tejas é avaliado por autoridades argentinas

HAL Tejas no Aero Índia 2023

Ainda sem ter conquistado nenhuma exportação para o seu caça Tejas, a Hindustan Aeronautics Limited (HAL) reforçou a campanha de vendas durante a Aero India 2023, que acontece nesta semana. Publicamente, as principais autoridades interessadas no modelo foram do Egito e da Argentina.

No caso indiano, seriam 20 aeronaves, a serem utilizadas prioritariamente como um complemento às centenas de caças F-16, Rafale, Mirage 2000, Mirage 5 e MiG-29 em serviço no país. Já a Argentina avaliaria a aquisição de quinze aeronaves para se tornar a linha de frente da defesa aérea, uma vez que atualmente a Fuerza Aérea Argentina não conta sequer com um jato supersônico.

Aos dois países foi oferecida a vesão Jekas Mk 1A, equipada com o radar AESA Uttam e sistemas de guerra eletrônica melhorados. Mantém-se a velocidade máxima de Mach 1.6, alcance de 1.850 km e carga bélica máxima de 5.300 kg, sendo usado um motor norte-americano General Electric F404.

HAL Tejas Mk1. Foto: Deb Rana

LEIA TAMBÉM:

Sem caças novos, Argentina quer recuperar seus A-4

Argentina reforça defesa do espaço aéreo na fronteira sul

Argentina avalia nova versão do caça JF-17 Thunder

Caças cogitados por Argentina e Colômbia foram rejeitados pela Turquia

China e Argentina estreitam laços na área de defesa

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho