AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

EUA levam caças F-15E Strike Eagle e mais um porta-aviões para o Oriente Médio

F-15 em deslocamento na Jordânia. Foto: USAF

A United States Air Force deslocou caças F-15E Strike Eagle do 494th Expeditionary Fighter Squadron, baseado em Lakenheath, no Reino Unido, para a base aérea de Al-Azraq, na Jordânia. Pelo menos três desses jatos teriam realizado o translado na sexta-feira, dia 13 de outubro, com o apoio de reabastecedores KC-135T.

Os F-15E Strike Eagle têm capacidade de desempenhar tanto missões ar-ar quanto ar-solo. O modelo entrou em serviço em 1988 e tem se destacado em diversas ações militares dos Estados Unidos, como a Guerra do Golfo, os conflitos nos Balcãs, a invasão do Afeganistão e as operações contra a Líbia. Israel também possui um modelo semelhante, designado F-15I.

No sábado, 14 de outubro, o porta-aviões norte-americano USS Dwight D. Eisenhower partiu da base naval de Norfolk em direção à costa israelense. A ida da embarcação já estava planejada, porém agora o que seriam exercícios se tornará em uma missão de prontidão na área próxima ao conflito entre Israel e terroristas do Hamas.

O USS Gerard R. Ford, que já estava no Mediterrâneo por ocasião do início do conflito, há uma semana, permanece em operação. O navio tem a bordo esquadrões de F-18 Super Hornet, EA-18G Growler, E-2D, MH-60S e MH-60R. Um esquadrão de A-10 também se destaca como reforço norte-americano na área.

LEIA TAMBÉM:

A-10 ganha protagonismo no reforço norte-americano no Oriente Médio

Israel agora tem caças furtivos capazes de atacar o Irã

Israel vai treinar como atacar o Irã, EUA negam envolvimento

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

Carrinho