AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

República Tcheca vai trocar Gripen por F-35

Mais uma conquista de mercado para o Lockheed Martin F-35 Lightning II. O governo da República Tcheca decidiu iniciar as negociações com os Estados Unidos para a aquisição de 24 caças F-35 da versão A. O anúncio foi feito pela ministra da defesa, Jana Cernochavá.

A escolha também representa uma derrota para o governo da Suécia e para a Saab. A República Tcheca fez o arrendamento de 14 caças JAS 39 C/D Gripen, tendo recebido os primeiros em 2005. De lá para cá os jatos têm passado por modernização e o país recebeu propostas tanto para adquirir os novos Gripen E, semelhantes aos brasileiros, quanto até ficar com os Gripens de geração anterior sem precisar mais fazer pagamentos.

Porém, não adiantou. A futura aquisição da República Tcheca vem no contexto da adoção do F-35 por um número crescente de países europeus, como Alemanha, Bélgica, Polônia, Suíça e Finlândia. Reino Unido, Dinamarca, Itália, Noruega e Holanda já operam o F-35.

Não foi detalhado ainda as perspectivas de prazos. O arrendamento dos caças Gripen está programado para encerrar em 2027.

LEIA TAMBÉM:

Empresa criadora do F-35 e do F-22 apresenta futuro do combate do aéreo

Guerra na Ucrânia faz F-35 ganhar mais um cliente

F-35 abatem seus primeiros alvos aéreos

F-35 se consolida em 2021

F-35 ganha contrato com base no custo-benefício

Rafale se beneficia da demora do F-35 e conquista sua maior exportação

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho