AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Rússia avança na destruição de jatos ucranianos

Se por um lado a Ucrânia tem recebido promessas de reforço da sua força aérea, por outro lado o poder de fogo da Rússia continua a produzir baixas. Nesta sexta-feira (5 de agosto), as vítimas foram dois Sukhoi Su-25.

De acordo com a Agência TASS, de origem russa, um deles foi abatido por caças próximo a Solntsevo, na região de Kirovograd. Já o segundo se tornou vítima das defesas antiaéreas instaladas na região de Kherson, cidade ocupada por forças russas desde março.

Antes da guerra, a força aérea da Ucrânia contava com 43 caças MiG-29, 12 Su-24, 17 Su-25 e 26 Su-27, parte deles sem poder voar. Desde o início do conflito, somente as perdas publicadas confirmadas já somam 17 MiG-29, 12 Su-24, 13 Su-25 e 5 Su-27. As maiores perdas, porém, estão entre as aeronaves remotamente pilotadas, os drones. Já teriam sido perdidas centenas de unidades.

LEIA TAMBÉM:

A-10 da USAF podem ser transferidos para a Ucrânia

Bulgária repassou 14 jatos de ataque para a Ucrânia

Helicópteros evacuados do Afeganistão vão equipar forças armadas da Ucrânia

Ucrânia tem nova chance de receber MiG-29

Rússia alega já ter destruído 693 aeronaves ucranianas

Ucrânia faz “vaquinha” online para comprar caças

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

Carrinho